quinta-feira, 29 de agosto de 2013

Em Tempo...

Mais uma vez, Montenegro falando por mim..demais!

 
Em Tempo (Oswaldo Montenegro)

Mesmo que já fosse muito tarde
Pus as sombras da minha vida
Sobre as linhas de tuas mãos
Tantos desacertos e disfarces
Coisas do meu coração
E engraçado é que não tinha medo
Que você me revelasse
Desenhasse os meus segredos
Sobre as linhas de outras mãos
Mesmo que já fosse muito tarde
Fiz silêncio em minha vida
Quando a gente se calou
E hoje evito ruas e olhares
Cruzamentos que se andou
Porque agora, juro, tenho medo
Que em tormento pelos bares
Você conte assim nos dedos
O que sonho e como eu sou.