sábado, 16 de novembro de 2013

Olhos Nus

Olhos que perseguem
atiçam, queimam
atacam
me prendem
imploram
me rendem
hipnotizam
penetram no fundo
da minha mente
sentem o tesão
latente
ofegante
impaciente.
Me envolvem
arrastam
me devoram
selvagemente
me cansam
choram
extasiam
e adormecem
entre cheiros,
suores e sons da
nossa loucura.

(Rafael Jr)