segunda-feira, 7 de setembro de 2015

Quem Sabe Um Dia...

Hoje reli nossa conversa, aquele dia em que, finalmente, se chegou e teve coragem de me dizer o que sentia, algo que há muito desconfiava, mas, não queria acreditar, e me sentia satisfeito em apenas imaginar, sentir, o que pra mim era recíproco, mesmo sem ter certeza. Há muito que mexia com minha cabeça, bagunçava meu juízo, mas, eu apenas seguia em frente, semeava meus sonhos, e vivia minha vida. Desde aquele dia que ficou tudo fora do lugar, muita coisa se encaixou, adquiriu novos sentidos, ampliaram os desejos, e depois, caíram num vazio. Esquecimento? Creio que não, porém nem uma palavra mais, como se aquele dia nunca tivesse existido. Hora de refletir, seguir em frente... Desistir? PAUSE. (Rafael Jr - in 'Quem sabe um dia', Romance Inacabado)